9 30 Ideias
IDEIA SELECIONADA
Projeto Matriz - E6G Nome do/a Técnico/a Virginia Batista Nome do/a Responsável Ana Amélia Nunes PARTICIPANTES Francisco Roxo Marta Gonçalves Tiago Santos

DIDLIDU dos abraços

Eixo de Intervenção a que se candidata Eixo I - Muda-te Qual será o local de implementação da ideia? A Ideia apresentada será implementada na cidade do Fundão, numa primeira fase, replicando-se depois a nível nacional/ internacional. A cidade do Fundão é uma cidade de interior onde escasseiam as oportunidades de criação de emprego para pessoas numa situação de vulnerabilidade. Qual é a área de atividade em que a ideia se insere? Inclusão social e profissional de pessoas desempregadas de longa duração. O que é a Ideia? A Didlidu dos abraços nasceu nas oficinas de costura criativa e nas atividades de empreendedorismo social do Matriz, onde mães desempregadas e jovens motivados puseram mãos à obra na criação de uma boneca que promete captar muitos sorrisos. Esta iniciativa pretende criar um elemento que facilite por um lado a inclusão social de crianças, jovens e famílias que participam no projeto matriz e, por outro, levar abraços a pessoas que estão numa situação muito frágil. A quem se dirige a Ideia? A Didlidu dos abraços pretende envolver a comunidade no seu todo: os jovens na maturação da ideia, as mães na execução da boneca e a comunidade em geral na definição das estratégias necessárias para o lançamento de uma iniciativa que pretende converter-se numa empresa social e que permita efetivamente abraçar famílias que estejam em situações limite. Esta iniciativa pretende tb captar apoios financeiros para apoiar os refugiados, através da sua venda. Que Problema visa resolver? Esta Ideia é desenhada para uma cidade de interior desprovida de oportunidades de emprego para mulheres com baixas qualificações. Esta iniciativa pretende criar impacto na comunidade quer ao nível económico, social, e cultural, e sobretudo ser a oportunidade para o Matriz consolidar de uma forma eficaz e eficiente as ideias de empreendedorismo social que vão surgindo no decorrer das atividades. Que mudanças visa promover com a implementação da ideia? Esta iniciativa pretende dar origem a uma empresa social que funcione com oficinas de costura e até numa forma de captar apoios financeiros para apoiar grupos vulneráveis, através da sua venda. A Didlidu será acompanhada de um livro ilustrado com uma história criada no matriz com a finalidade de sensibilizar a comunidade em geral para esta causa. Acreditamos que a criação desta boneca pode contribuir para a resolução ou diminuição de alguns problemas sociais. Que recursos serão necessários para por a Ideia em prática? A Didlidu já se encontra estruturada e previamente testada, pelo que, já apurámos os recursos mínimos necessários à sua implementação: máquina de bordar; impressão dos livros; remodelação do espaço da oficina de atendimento ao público, enchimento e tecidos para a criação de 1000 bonecas, mobiliário e material de divulgação (flyers, folhetos e cartazes). Que parceiros serão envolvidas na implementação da Ideia? O Matriz tem um forte recurso relacional a nível local, pelo que, facilmente captou o interesse das entidades locais para apoiarem o lançamento da DIDLIDU, assim temos: a Junta de Freguesia do Fundão, a Câmara Municipal do Fundão, os agrupamentos de escolas da cidade, a escola profissional, a associação comercial e industrial, entre outros. Qual o papel e contributo dos parceiros na implementação da Ideia? Do primeiro contacto formal feito com as entidades para a apresentação das linhas gerais do lançamento da boneca, todos se disponibilizaram para apoiar; para apresentarmos a ideia d 1 forma organizada e sustentada obtivemos os seguintes apoios: designer gráfico para a ilustração da história, materiais para a criação do cenário, a disponibilização d 1 espaço para avançarmos com a empresa e a vontade de contribuírem no futuro para a constituição legal desta iniciativa de negócio. De que forma a ideia se distingue de outras ideias já existentes? Esta ideia é para nós equipa/jovens uma forma “apaixonada” de criar metodologias para a sustentabilidade de algumas iniciativas soltas do Matriz e sobretudo, assistir ao envolvimento profícuo dos participantes em causas sociais, como o apoio à integração dos refugiados, pois queremos enviar abraços para os campos que acolhem pessoas em situações muito frágeis. Esta forma de fazer acontecer as coisas é sem dúvida a garantia de que aos poucos vamos transformando o nosso mundo. Como é que a ideia irá continuar em funcionamento após o término do financiamento MUNDAR? O Mundar assume-se como o “empurrão” que necessitamos para dar um passo em frente, pois necessitamos de meios financeiros para completar os recursos necessários para a montagem de uma oficina de produção da boneca e consequente criação de dois postos de trabalho, para não depender só depender só do voluntariado e começar a criar oportunidade de emprego. Depois deste incentivo, o foco será a criação da empresa social que garantirá a sustentabilidade desta iniciativa. De que forma será agendada a implementação da ideia? Neste momento estamos a produzir a DIDLIDU para garantir stock para o seu lançamento, iremos organizar uma venda pública no Natal, e perceber a pertinência da ideia. Seguidamente iremos criar o espaço físico para a montagem da oficina e proceder à afectação de duas mulheres desempregadas. Projetamos a constituição legal da empresa até Junho de 2017 estando já a ser agilizados junto dos parceiros as ferramentas e apoios necessários para este processo. De que forma será divulgada a ideia? Numa fase inicial, quando apenas a DIDLIDU não passava de uma ideia visionária, tivemos o privilégio desta ser apadrinhada pelo nosso Presidente da Republica, assim como, pela Secretária de Estado para a Igualdade, no Escolhas de Portas Abertas. Destes primeiros contactos surgiu a ideia de os jovens levarem a DIDLIDU a Bruxelas para ser apresentada como uma metodologia de inclusão social e de apoio à integração de refugiados. Estamos focados na divulgação para garantir o sucesso da iniciativa.

Apoie esta ideia: CONTACTAR
Despesas Máquina de bordar 730 1000 etiquetas com o nome da DIDLIDU 80 Obras no espaço da oficina 500 Impressão do Livro 1 100
Solicitado ao Mundar 2410 Apoios Locais Assegurados 2500 Verba por Angariar 0 Orçamento Global do Projecto (1+2+3) 2500
Outros Elementos
capa do livro capa do livro 1 1 2 2 3 3 4 4 5 5 6 6