8 30 Ideias
IDEIA SELECIONADA
Projeto Talentos - E6G Nome do/a Técnico/a Samuel Alfredo Gonçalves Espírito Santo Nome do/a Responsável Rita Isabel Franco Bernardo PARTICIPANTES Rita Isabel Franco Bernardo Luís Miguel dos Santos Torrão Cristiana Mafalda dos Santos Torrão Flávio Miguel Brás Sousa

Cerzir o Bairro

Eixo de Intervenção a que se candidata Eixo II - Muda a tua comunidade Qual será o local de implementação da ideia? O local será o bairro de habitação social da Alâmpada, entre as ruas das Cerzideiras e do Operário Têxtil, onde existe tradição ligada à indústria dos Lanifícios. Pretendemos a criação de uma imagem que funcionará como marca da promoção da identidade e autoestima coletiva e local. Qual é a área de atividade em que a ideia se insere? Reabilitação urbana/património cultural O que é a Ideia? Cerzir o Bairro é a requalificação dos espaços comuns, envolvendo 80 famílias para criar uma nova imagem do bairro. Dirige-se aos residentes do bairro e da freguesia, que através de formação com um Artista e de debates sobre a identidade local criar-se-á uma imagem ligada aos lanifícios e operariado têxtil, revestindo os espaços comuns da zona residencial. Os trabalhos serão de Maio a Julho e pretende-se trabalhar a inclusão, a igualdade e a inovação com as pessoas. A quem se dirige a Ideia? Cerzir o Bairro dirige-se às 80 famílias do bairro social da Alâmpada, constituídas por 133 adultos e 64 crianças e jovens (dados cedidos pela C. M. da Covilhã e projeto Talentos E6G, financiado pelo Programa Escolhas). O público alvo desta ideia caracteriza-se por ser oriundo de contextos socioeconómicos desfavorecidos. As famílias reúnem na sua dinâmica familiar situações multiproblemáticas e na sua maioria são beneficiários de RSI, revelando baixa autoestima. Que Problema visa resolver? Existem no bairro vários espaços públicos degradados e desqualificados que diminuem a auto-estima e criam preconceitos relativamente às famílias que ali residem. Existem nos muros do bairro palavras depreciativas e frases como “Bairro do Gueto”, pretende-se que o Cerzir o Bairro, possa trazer melhoria das relações quotidianas entre os moradores e o bairro, reforçar o sentido e a relação de pertença ao bairro e promover o diálogo entre os habitantes do bairro. Que mudanças visa promover com a implementação da ideia? O Cerzir o Bairro pretende mudar a visão do bairro, que combata os estigmas e preconceitos existentes, promovendo a interação, interculturalidade, inclusão, inovação e igualdade. Que estimule o sentimento de pertença através da valorização da indústria dos lanifícios (raízes patrimoniais da cidade da Covilhã). Existem residentes do bairro que trabalham na área dos lanifícios. Ao criar uma imagem como Marca pretende-se que esta seja motor de replicação e seja adotada pela freguesia e concelho. Que recursos serão necessários para por a Ideia em prática? Recursos Humanos: residentes do Bairro, técnico para acompanhar e dinamizar os workshops criativos, Artista para auxiliar os trabalhos de conceção da imagem. Recursos Materiais: tintas, massas, tabuleiros, espátulas, rolos, pincéis, escadotes, cartazes, bancos e papeleiras, flores, material de jardinagem. Físicos: Instalações para dinamizar reuniões comunitárias para a criação da imagem/marca. Que parceiros serão envolvidas na implementação da Ideia? Beira Serra - Associação de Desenvolvimento Graph&Co, Lda Junta de Freguesia de Boidobra Câmara Municipal da Covilhã Qual o papel e contributo dos parceiros na implementação da Ideia? Beira Serra - Associação de Desenvolvimento – Técnico, Instalações e Consultoria para as reuniões coletivas, Comunicações. Graph&Co, Lda – Consultadoria no apoio gráfico e da comunicação Junta de Freguesia de Boidobra – Arranjos do envolvente e dos canteiros, andaimes e transporte de materiais para pinturas. Câmara Municipal da Covilhã – Ordenamentos de jardim (flores e arbustos), autorização de obras no espaço público. De que forma a ideia se distingue de outras ideias já existentes? Surge num bairro social, destina-se a ele e pretende-se que seja incorporado pelo restante território. No concelho ainda não existe nenhuma iniciativa do género, que é aliar a imagem como uma Marca ao património cultural e torná-lo como um veiculo de integração de igualdade, de pertença e combater os estigmas e o preconceito existente, podendo ser replicado no território. Como é que a ideia irá continuar em funcionamento após o término do financiamento MUNDAR? A imagem a criar funcionará como uma Marca que facilmente poderá ser replicada no território como um processo de identidade após o financiamento do Mundar. O facto de se utilizar uma metodologia de capacitação dos intervenientes, confere-lhes uma autonomia para a resolução de problemáticas idênticas que possam surgir no futuro. De que forma será agendada a implementação da ideia? Janeiro a Março - Formação Mundar Fevereiro - Contactos, parcerias, estruturação do trabalho com o Artista Maio - Oficina de formação com o artista e os residentes para conceção da imagem, discussão pública com a comunidade local para apresentação e discussão do projeto Junho - Compra dos materiais e início dos trabalhos nas ruas de intervenção. Julho – Conclusão dos trabalhos de rua, Festa Comunitária para apresentação e divulgação do projeto. De que forma será divulgada a ideia? Criação de instrumentos de divulgação pensados para o projeto, que integram e se baseiam na capacitação dos destinatários para a sua produção. Realização de uma conferência de imprensa no bairro para apresentação da iniciativa caso seja aprovada. Inclusão da iniciativa nos canais de divulgação da Beira Serra (site, facebook e newsletter online constituída por 1500 contactos). Apresentação dos resultados obtidos aos órgãos de comunicação e agentes de desenvolvimento locais.

Apoie esta ideia: CONTACTAR
Despesas Preparação da iniciativa: - Oficina de formação: honorários do artista: 10 horas x 25€ = 250€ 250 Oficina de formação (materiais para elaboração de esboços e maquetas) 200 Implementação da iniciativa: materiais e equipamentos (massa, tintas, tabuleiros, espátulas, rolos, pincéis) 1 200 Promoção e visibilidade da iniciativa: cartazes, reuniões comunitárias, discussão pública, convites 250 Materiais para o envolvente (bancos e papeleiras) 600 Instalações e Comunicações 900 Consultadoria no apoio gráfico e da comunicação 200 Arranjos do envolvente, canteiros, preparação de espaços 290 Ordenamentos de jardim (flores, arbustos) 400 Recurso humano para dinamizar as reuniões comunitárias 400
Solicitado ao Mundar 2500 Apoios Locais Assegurados 2190 Verba por Angariar 0 Orçamento Global do Projecto (1+2+3) 2500
Outros Elementos
Rua das Cerzideiras Rua das Cerzideiras Rua das Cerzideiras Rua das Cerzideiras Rua das Cerzideiras Rua das Cerzideiras